quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

SINDICATO PARALISA AGÊNCIA DO ITAÚ NO CENTRO DE ITAPERUNA

O Banco Itaú – Unibanco mais uma vez demonstra total desrespeito com os seus clientes e funcionários. A agência da Av. Cardoso Moreira em Itaperuna (1334), que tem um longo retrospecto de problemas estruturais, por diversas vezes o sindicato solicitou ao banco que providenciasse as alterações necessárias, para atender melhor a todos.


Após anos de cobrança o banco decidiu finalmente realizar essa obra tão necessária em toda a estrutura da agência, com o devido acompanhamento do sindicato, para garantir que os funcionários não estivessem sendo submetidos a nenhum tipo de situação insalubre.


Porém, ao realizarmos uma visita na agência nesta quarta-feira, 04 de dezembro, por volta das 16hs, foi constatado que, além do transtorno normal, que uma obra acarreta, a agência estava operando sem o sistema de refrigeração. O sistema de ar refrigerado ocasionou uma sobrecarga no sistema elétrico, desarmando o transformador e consequentemente uma queda da energia. Os técnicos da concessionaria de energia estiveram no local e religaram o transformador. Porém, orientaram que seria arriscado ligar novamente o sistema de refrigeração, que poderia gerar nova queda na energia ou um curto circuito no sistema.

Diante do quadro de insegurança e de má condição de trabalho o sindicato estará paralisando a agência no dia de hoje (05 de dezembro), ou até que o problema seja resolvido, para que o banco tome as providências cabíveis.

“Não vemos outra forma de atuação em um caso como este. Estão em risco, funcionários e clientes do banco e nosso dever é zelar pela segurança de todos, principalmente dos funcionários que se sujeitam ao trabalho em uma agência em obras e que agora ainda tem que trabalhar em um local que desrespeita a NR 17 (Norma Regulamentadora 17) que define que ambientes de trabalho, como o bancário, devem possuir índice de temperatura efetiva entre 20°C (vinte) e 23°C (vinte e três graus centígrados)”.  Disse o Presidente do sindicato. 



terça-feira, 17 de setembro de 2019

SINDICATO CONTRIBUI PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE LEI QUE OBRIGA AS INSTITUIÇÕES FINANCEIRA A MANTEREM VIGILANTES 24 HORAS INCLUSIVE NOS FINAIS DE SEMANA.


Reuniram-se no gabinete do Presidente da Câmara dos Vereadores de Itaperuna; os representantes do Sindicato dos Bancários de Itaperuna, Hudson Bretas e Antônio Moreira, respectivamente, Presidente e Secretário Geral da entidade;  o Presidente da Câmara, Sr. Sinei dos Santos Menezes; a Chefe de Gabinete, Priscila Console de Oliveira; o Assessor Jurídico da Mesa Diretora da Câmara Municipal, Dr. Ereci Rosa e o Segurança da Câmara e ex-vigilante de banco,  Adilson de Souza. Essa primeira reunião, teve como intuito a construção de uma minuta, daquilo que se tornará um projeto de lei municipal, obrigando os Bancos e Cooperativas de Crédito a contratarem vigilantes devidamente credenciados, para fazerem a segurança dessas instituições 24 horas por dia, todos os dias da semana.


Não é algo novo, municípios como: Três Rios, Teresópolis e Rio Bonito já possuem essa lei e muitas outras cidades pelo Brasil também. Tal iniciativa visa dar mais segurança ao cidadão, cliente ou não, que fica totalmente vulnerável em uma eventual abordagem de meliantes. Sem contar que, com os inúmeros casos de arrombamentos a Caixas Automáticos com explosivos, o cliente que estiver chegando no auto atendimento ou o o cidadão que passa pela calçada no momento da detonação, podem ser fatalmente atingidos.

A iniciativa partiu do Ex-vigilante, Adilson, que tomou conhecimento dessa lei e fez a informação chegar até o Presidente da Câmara Municipal. Ele prontamente abraçou a proposta e começou a elabora-la, para que se torne lei em nosso município. A intenção do Sindicato foi dar assistência na elaboração dessa minuta, com foco na segurança dos bancários e bancárias. Propusemos também que tão logo ela seja aprovada, possamos expandi-la para todos os municípios que integram a base territorial de nosso sindicato. Ainda tem o papel social, que se dará com a criação de aproximadamente 40 novos empregos diretos, ajudando a aquecer a economia do município e botando comida na mesa dessas famílias.

Os vigilantes de todas as agências bancárias fazem parte da vida de nossa categoria, não só fazendo a nossa segurança do dia a dia, eles fazem muito mais. Os bancários e bancárias das agências convivem com eles/elas mais do que com a própria família. São também os primeiros a receber os diretores do sindicato em nossas visitas a base, sempre com muita alegria. Não é só profissional, tem muita amizade envolvida e nós, do Sindicato dos Bancários de Itaperuna, estaremos em todas as plenárias da câmara em que a matéria for votada.



terça-feira, 25 de junho de 2019

domingo, 3 de março de 2019

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

FERIADO BANCÁRIO NA QUARTA FEIRA DE CINZAS


QUARTA FEIRA DE CINZAS, FERIADO ESTADUAL PARA A CATEGORIA BANCÁRIA
BANCOS SÓ ABRIRÃO NA QUINTA FEIRA (07)


Até semana passada os bancários do Estado do Rio de Janeiro estavam apreensivos se teria ou não expediente bancário na quarta feira de cinzas, apesar da Lei 8.217/2018 instituir o feriado estadual para a categoria dos bancários, dispondo que não haverá expediente nas instituições financeiras na referida data, além de prever a postergação dos vencimentos de faturas de cobrança para o primeiro dia útil subsequente, sem a incidência de ônus para o consumidor.

Toda essa confusão se deu por conta de uma ação ajuizada pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) contra a referida lei promulgada pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), em dezembro de 2018, que tornou a Quarta-Feira de Cinzas feriado bancário em todo o Estado. A Febraban ingressou com mandado de segurança pedindo liminar que suspenda, até a análise em definitivo do caso, a validade da lei. A ação (PROC. Nº 0009382-51.2019.8.19.0000) foi protocolada no último dia 13 de fevereiro e tramitava 12ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ).

Nessa segunda feira, 25 de fevereiro a Fetraf RJ/ES (Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santos) informou aos seus sindicatos filiados a extinção do presente mandado de segurança, baseado no despacho do Desembargador Antônio Eduardo F. Duarte e que garante sim, o feriado de quarta feira de cinzas.