segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

domingo, 29 de novembro de 2015

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

PROPOSTA INDECENTE DOS BANQUEIROS EMPURRA BANCÁRIOS PARA A GREVE.

ASSEMBLEIA DIA 01 DE OUTUBRO COM INDICATIVO DE GREVE PARA DIA 06

Reajuste de 5,5% (representa perda de 4% para os bancários em relação à inflação de 9,88%). 

Piso portaria após 90 dias - R$ 1.321,26. 

Piso escritório após 90 dias - R$ 1.895,25. 

Piso caixa/tesouraria após 90 dias - R$ 2.560,23 (salário mais gratificação, mais outras verbas de caixa).

PLR regra básica - 90% do salário mais R$ 1.939,08, limitado a R$ 10.402,22. Se o total ficar abaixo de 5% do lucro líquido, salta para 2,2 salários, com teto de R$ 22.884,87.

PLR parcela adicional - 2,2% do lucro líquido dividido linearmente para todos, limitado a R$ 3.878,16.

Antecipação da PLR
Primeira parcela depositada até dez dias após assinatura da Convenção Coletiva. Pagamento final até 01/03/2016. 

Regra básica - 54% do salário mais fixo de R$ 1.163,44, limitado a R$ 6.241,33 e ao teto de 12,8% do lucro líquido - o que ocorrer primeiro.

Parcela adicional - 2,2% do lucro líquido do primeiro semestre de 2015, limitado a R$ 1.939,08.

Auxílio-refeição - R$ 27,43.

Auxílio-cesta alimentação e 13ª cesta - R$ 454,87.

Auxílio-creche/babá (filhos até 71 meses) - R$ 378,56.

Auxílio-creche/babá (filhos até 83 meses) - R$ 323,84.

Gratificação de compensador de cheques - R$ 147,11.

Requalificação profissional - R$ 1.294,49.

Auxílio-funeral - R$ 868,58.

Indenização por morte ou incapacidade decorrente de assalto - R$ 129.522,56

Ajuda deslocamento noturno - R$ 90,67.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

CAIXA ECONÔMICA - #MAISEMPREGADOSJÁ

Agência Miracema
Em ação conjunta, que contou com a participação dos sindicados de todo o pais, foi realiza nessa quinta feira, 06 de agosto, nas principais agências da Caixa Econômica Federal, O “Dia Nacional de Lutas na CEF” com o tema: “#MaisEmpregadosJa”, que visa esclarecer a clientes e usuários dos serviços da Caixa da necessidade de contratação urgente de mais funcionários.
Até o final de 2014 a caixa possuía um total de 101 mil empregados. Porém esse número diminuiu com a realização de um programa de aposentadoria antecipada (PAA) que atingiu mais de 3000 funcionários. Lembrando que existem milhares de aprovados no último concurso, aguardando a sua convocação.
Agência Centro Itaperuna
Esse quadro acelera o adoecimento dos já sobrecarregados companheiros da CEF, que convivem constantemente com agências lotadas em decorrência de um quadro extremamente reduzido.
Agência Pedra Preta - Itaperuna
Quem também fica prejudicado com esse quadro atual, são clientes e usuários dos seus serviços que são submetidos a filas intermináveis em quase todas as agências.

Agência Santo Antônio de Pádua
Por isso, o Sindicato dos Bancários de Itaperuna, se uniu a essa luta e esteve presente em algumas das principais agências da região no dia 06, orientando funcionários, concursados, clientes e usuários, de que, para que haja mais contratações esses setores da sociedade devem se unir para conquistar mais essa vitória, a exemplo do que já ocorreu este ano, quando se impediu que a CEF fosse entregue ao capital privado.




segunda-feira, 3 de agosto de 2015

DEFINIDO O ÍNDICE DA CAMPANHA SALARIAL 2015

A 17ª Conferência Nacional dos Bancários aprovou na plenária final, realizada neste domingo (2) em São Paulo, a estratégia, o calendário e a pauta de reivindicações da Campanha Nacional 2015, que terá como eixos centrais reajuste de 16%, valorização do piso salarial no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3.299,66 em junho), PLR de três salários mais R$ 7.246,82, defesa do emprego, combate às metas abusivas e ao assédio moral e fim da terceirização. 

Foram realizadas 48 mil consultas entre os bancários para construção da Campanha. A categoria disse o que ela quer como índice, o que é prioridade na questão de saúde, de emprego e remuneração. Nós temos os debates nos sindicatos, depois nas federações e o coroamento, o fechamento disso, é nossa Conferência Nacional, que aprova a minuta.

A Campanha Nacional 2015 começa agora. Ao entregarmos a minuta para os banqueiros começam as negociações. Há possibilidade de conflitos, mas depois a resolução. E chegamos a uma Convenção Coletiva. O Brasil vive agora uma crise política, que foi transformada em crise econômica. Mas nossos patrões navegam num mar tranquilo. Tiveram lucros altíssimos, apresentados no primeiro e segundo trimestres. Temos certeza que eles terão responsabilidade e coerência na negociação com a gente. E que vamos ter o ganho real que estamos reivindicando e vamos trazer mais conquistas para a categoria. 

Os 667 delegados e delegadas que participaram da 17ª Conferência também discutiram temas importantes da conjuntura nacional, como as consequências do processo de terceirização, reforma tributária, desenvolvimento econômico e estrutura do sistema financeiro atual. Também houve duras críticas ao último aumento da taxa Selic, que passou para 14,25% ao ano, e ao ajuste fiscal, liderado pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Os Bancários entregarão no próximo dia 11 de agosto, em São Paulo, a pauta de reivindicações à Fenaban.

Principais reivindicações aprovadas na Conferência

Reajuste salarial de 16%. 

PLR: 3 salários mais R$7.246,82 

Piso: R$3.299,66 (equivalente ao salário mínimo do Dieese em valores de junho último).

Vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$788,00 ao mês para cada (salário mínimo n
acional).

Melhores condições de trabalho com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoecem os b
ancários.

Emprego: fim das demissões, mais contratações, fim da rotatividade e combate às terceirizações diante d
os riscos de aprovação do PLC 30/15 no Senado Federal, além da ratificação da Convenção 158 da OIT, que coíbe dispensas imotivadas.

Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS): para todos os bancários.

Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós.

Prevenção contra assaltos e sequestros: permanência de dois vigilantes por andar nas agências e pontos de serviços bancários, conforme legislação. Instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento e biombos nos caixas. Abertura e fechamento remoto das agências, fim da guarda das chaves por funcionários. 


Igualdade de oportunidades: fim às discriminações nos salários e na ascensão profissional de mulheres, negros, gays, lésbicas, transsexuais e pessoas com deficiência (PCDs).

segunda-feira, 25 de maio de 2015

CONSULTA - CAMPANHA NACIONAL DOS BANCÁRIOS 2015

Como já é de costume todos os anos, estamos enviando a CONSULTA — Campanha Nacional dos Bancários 2015, em encarte que segue junto a edição deste mês do nosso jornal (Gazeta Bancária).
Essa consulta é fundamental para podermos traçar nossas estratégias e elaborarmos nossas propostas que serão incluídas na Minuta de reivindicações que enviamos todos os anos aos banqueiros.
Aqueles que preferirem, podem  acessar nosso blog (bancariositaperuna.blogspot.com). Lá existe um link que direciona para essa mesma pesquisa, só que on-line, ou clique AQUI e vá direto para a pesquisa.

Pedimos a todos que participem da Consulta para podermos ter uma ideia ampla das demandas dos bancários de nossa região.


quinta-feira, 16 de abril de 2015

OS INIMIGOS DOS TRABALHADORES



VEJAM OS NOMES DOS DEPUTADOS ELEITOS PELO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, INIMIGOS DOS TRALHADORES, QUE VOTARAM "SIM" AO PL 4330, DECRETANDO UM RETROCESSO DE DÉCADAS. ANULANDO DIVERSAS CONQUISTAS GARANTIDAS AOS TRABALHADORES NA CLT.

DEIXE SEU PROTESTO. ENVIE UM E-MAIL PARA O SEU DEPUTADO FEDERAL.


DEPUTADO PARTIDO ESTADO VOTO E-mail
Alexandre Serfiotis PSD RJ Sim dep.alexandreserfiotis@camara.gov.br 
Alexandre Valle PRP RJ Sim dep.alexandrevalle@camara.gov.br 
Altineu Côrtes PR RJ Sim dep.altineucortes@camara.gov.br 
Aureo Solidaried RJ Sim dep.aureo@camara.gov.br 
Celso Jacob PMDB RJ Sim dep.celsojacob@camara.gov.br 
Celso Pansera PMDB RJ Sim dep.celsopansera@camara.gov.br 
Dr. João PR RJ Sim dep.dr.joao@camara.gov.br 
Eduardo Cunha PMDB RJ Art. 17 dep.eduardocunha@camara.gov.br 
Ezequiel Teixeira Solidaried RJ Sim dep.ezequielteixeira@camara.gov.br 
Fernando Jordão PMDB RJ Sim dep.fernandojordao@camara.gov.br 
Francisco Floriano PR RJ Sim dep.franciscofloriano@camara.gov.br 
Hugo Leal PROS RJ Sim dep.hugoleal@camara.gov.br 
Julio Lopes PP RJ Sim dep.juliolopes@camara.gov.br 
Leonardo Picciani PMDB RJ Sim dep.leonardopicciani@camara.gov.br 
Luiz Carlos Ramos PSDC RJ Sim dep.luizcarlosramos@camara.gov.br 
Marquinho Mendes PMDB RJ Sim dep.marquinhomendes@camara.gov.br 
Otavio Leite PSDB RJ Sim dep.otavioleite@camara.gov.br 
Paulo Feijó PR RJ Sim dep.paulofeijo@camara.gov.br 
Roberto Sales PRB RJ Sim dep.robertosales@camara.gov.br 
Rodrigo Maia DEM RJ Sim dep.rodrigomaia@camara.gov.br
Rosangela Gomes PRB RJ Sim dep.rosangelagomes@camara.gov.br 
Sergio Zveiter PSD RJ Sim dep.sergiozveiter@camara.gov.br 
Simão Sessim PP RJ Sim dep.simaosessim@camara.gov.br 
Soraya Santos PMDB RJ Sim dep.sorayasantos@camara.gov.br 
Walney Rocha PTB RJ Sim dep.walneyrocha@camara.gov.br
Washington Reis PMDB RJ Sim dep.washingtonreis@camara.gov.br 

terça-feira, 3 de março de 2015

NOVO NÚMERO PARA RECLAMAÇÕES AO BC

Já se encontra em vigor o novo número do Banco Central. Agora os clientes que desejarem reclamar ou tirar dúvidas sobre serviços bancários devem ligar para a Central de Atendimento ao Público do Banco Central (BC), 145. De acordo com a instituição, o número anterior, 0800 979 2345, saiu de operação nesta segunda-feira dia 02.
Segundo comunicado da autoridade monetária, com a alteração, a instituição se adéqua ao padrão de três dígitos uniformizado por regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para serviços de utilidade pública. A ligação terá custo de chamada local para todo o Brasil.

"A alteração faz parte do processo de modernização da estrutura tecnológica da central, cujo objetivo é melhorar o serviço prestado pelo BC à sociedade", informa a nota. As ligações para a Central de Atendimento são um dos instrumentos que o BC utiliza para consolidar o ranking dos bancos sobre os quais recai maior número de reclamações, além de queixas feitas em atendimentos presenciais.

segunda-feira, 2 de março de 2015

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Bradesco pagará PLR na sexta-feira dia 6 de fevereiro

No mesmo dia em que anunciou o lucro líquido ajustado de R$ 15,359 bilhões (que desconsidera resultados não correntes ou extraordinários), o maior de sua história, o Bradesco informou nesta quinta-feira 29 que vai pagar a segunda parcela da PLR no dia 6 de fevereiro. Será PLR cheia, equivalente a 2,2 salários, limitado a R$ 21.691,82, descontados os valores antecipados na primeira parcela, no ano passado. 
Também será paga no dia 6 a PLR adicional, correspondente à distribuição de 2,2% do lucro líquido entre todos os trabalhadores da empresa, limitado a R$ 3.675,98, também descontado o que foi adiantado em 2014.

Bancou fechou 5 mil postos de trabalho em 2014

Apesar do crescimento do lucro do Bradesco ter sido de 25,9% em relação a 2013, o banco fechou 4.969 postos de trabalho em 2014, andando mais uma vez na contramão da economia brasileira, que no ano passado gerou 396.993 novas vagas.
Conforme análise do Dieese, o número de empregados da holding em dez/14 foi de 95.520, contra 100.489 funcionários em dezembro de 2013 , representando uma queda de 4,9%. Segundo o banco, a redução inclui a transferência de 2.431 funcionários da Scopus Tecnologia para a IBM Brasil, vendida em novembro do ano passado.
Mas além dos 4.969 postos de trabalho fechados em 2014, o Bradesco também encerrou as atividades de 15 agências e 100 PA's (Posto de Atendimento), enquanto os correspondentes bancários (Bradesco Expresso) cresceram em 3.155 unidades.
O sistema financeiro brasileiro gera maior rentabilidade a cada ano, os números estão aí para comprovar. É inadmissível, portanto, o Bradesco fechar postos de trabalho e ainda trocar o profissional qualificado pelo correspondente bancário, que só engorda o lucro do banco com a terceirização, gerando prejuízos para a população e para os trabalhadores, com precariedade do trabalho e falta de segurança.

Em relação ao terceiro trimestre, o Bradesco registrou crescimento foi de 4,6%, com lucro de R$ 4,132 bilhões e retorno anual sobre o patrimônio líquido médio de 20,1% (2,1 pontos percentuais a mais do que em dezembro de 2013).

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

EDITAL DE CONVOCAÇÃO LOSANGO - 001/15

Para visualizar esse arquivo em PDF clique AQUI